MODO DE VOLAR

And He was asking him, "What is your name?" And he said to Him, "My name is Multitude; for we are many."

kuir contra a família, o género, a natureza e a raça

      Faço minhas as palavras da Jota-tia-monstra: “a gente pode confrontar a perseguição a Judith Butler sem ter de voltar pra o ponto em que seu pensamento é … Continue reading

20/11/2017 · Leave a comment

nove meses

preâmbulo Voltei hoje à Biblioteca Nacional ao fim de nove (9) meses de bloqueios. Eu sei que o mundo tem mais coisas em que pensar, mas hoje estou um bocadinho … Continue reading

31/01/2017 · 1 Comment

O Monstro Maricas

Voi ragni pelosi | Vós, aranhas peludas, Voi tassi barbassi | Vós, velas-de-bruxa, Lumache bavose | Caracóis babosos E ciechi orbettini | E osgas cegas, Restate lontani | Fiquem bem … Continue reading

28/01/2017 · 6 Comments

a Socialistas & Kuirs

pessoal kuir: siga lá deixar de usar “cis het white man” como forma de linearmente invalidar os pontos de vista e as experiências de outras pessoas. é importante a proliferação … Continue reading

26/01/2017 · Leave a comment

é natal

Todos os anos há dias maus. Todos os anos há dias que preferíamos que não existissem. Em que temos que cumprir protocolos, que nos prejudicam a saúde mental. Que nos … Continue reading

27/12/2016 · Leave a comment

Repitam a seguir a mim

Pergunto-me se os meus pensamentos que me estão a consumir só vêm porque estou num templo à ciência. Pergunto-me se a vergonha alheia que sinto se assemelha à vergonha de … Continue reading

15/02/2016 · Leave a comment

The revolution will be tweeted [PT]

Enquanto os poderes visam, geralmente, “manter as coisas no estado em que estão, evitando transformações radicais”, recorrendo para o efeito “a aparatos de construção do conhecimento social”, as redes sociais … Continue reading

18/01/2016 · Leave a comment

Sobrevivi àquela altura do ano

Sobrevivi ao jantar do dia 24. É dia 25, fim da tarde. As ansiedades já passaram. Esta que é uma das ocasiões mais tensas do ano, já (quase) passou e eu … Continue reading

25/12/2015 · 2 Comments

A noite mais longa

  «Ainda hoje não consigo controlar a raiva quando oiço pessoas a falar sobre suicidas e a impor a dicotomia entre os suicidas a sério e os que querem chamar … Continue reading

21/12/2015 · Leave a comment